Início » O que é Sisu?

O que é Sisu?

Atualizado em
O que é Sisu? — Descubra o que é o Sisu, o sistema de seleção unificada que oferece vagas em universidades através de um processo seletivo.

O Sistema de Seleção Unificada, conhecido pela sigla Sisu, é um mecanismo de inclusão educacional que tem transformado a maneira como estudantes acessam instituições públicas de ensino superior no Brasil. Concebido como uma plataforma digital que entrou em funcionamento em janeiro de 2010, o Sisu nasceu da iniciativa do Ministério da Educação (MEC) como uma evolução dos processos seletivos utilizados para a admissão em universidades.

Por meio do Sisu, aqueles que realizam o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm a chance de pleitear uma vaga em diversas universidades federais e estaduais, além de institutos e centros federais de educação tecnológica. A plataforma se vale das notas alcançadas no Enem para classificar os candidatos, o que proporcionou a substituição ou complementação dos vestibulares tradicionais por este novo método unificado de seleção.

Inscreva-se em nossa newsletter🦉

Receba dicas de estudo gratuitas e saiba em primeira mão as novidades sobre o Enem, Sisu, Encceja, Fuvest e outros vestibulares!

*Ao enviar os dados você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber informações adicionais do Estratégia.

O Funcionamento dinâmico do Sisu

Operando em um esquema de turnos muito específico, o Sisu permite aos candidatos acessar o sistema durante o dia para realizar inscrições, além de possibilitar alterações nas opções de curso e instituição. Ao final do dia, das 23h59 até as 01h59, a plataforma é fechada para novas edições, e acontece a atualização do ranking de classificação. Dessa forma, no turno seguinte, os inscritos podem consultar a sua posição e realizar mudanças necessárias em suas inscrições, se assim desejarem.

Evolução do número de vagas

A expansão do Sisu fica evidente quando observamos a evolução do número de vagas ofertadas. A primeira edição do sistema no ano de 2011 disponibilizou 83.125 vagas distribuídas por 83 instituições de ensino superior, representando um crescimento de 77% em relação às 47 mil vagas do primeiro semestre de 2010. Este crescimento ascendeu em 2012/2013, quando mais de 129 mil vagas estavam disponíveis. Já em 2014, o Sisu ofereceu um recorde de 171.401 vagas em sua primeira edição e 51.412 na segunda.

O número de vagas continuou a crescer nos anos subsequentes, alcançando 205.514 vagas em 2015, 228.071 em 2016, e chegando a 238.397 em 2017. Para 2023, foram ofertadas 226.399 vagas em sua primeira edição, seguidas por 51.277 vagas na segunda. Em previsão para 2024, em uma edição única, o sistema promete oferecer 264.254 vagas em 127 instituições públicas de educação superior.

Universidades participantes

O leque de instituições participantes do Sisu é vasto e diversificado, abrigando 94 universidades estaduais e federais, todos os 35 institutos federais e 2 centros federais de educação tecnológica. Somente em 2016, foram disponibilizadas cerca de 228 mil vagas no primeiro semestre e outras 55 mil vagas em 42 instituições.

E-book: Mapas mentais → baixe agora!

A Importância do Sisu na educação superior

O Sisu representa uma significativa democratização do acesso ao ensino superior no Brasil. Com a utilização de um critério único – a nota do Enem – a seleção torna-se mais transparente e permite que estudantes de todas as regiões do país concorram em igualdade de condições. O sistema também possibilita a mobilidade educacional, visto que candidatos podem buscar vagas em instituições fora de seus estados de origem, diversificando suas experiências acadêmicas e de vida.

Além disso, o Sisu tem sido um incentivo para que os estudantes se empenhem ainda mais na preparação para o Enem, uma vez que a prova é a porta de entrada para o ensino superior público pelo sistema. Vale destacar que o Sisu também serve como referência para o acesso a programas de bolsas, como o Programa Universidade para Todos (ProUni), e para a obtenção de financiamento estudantil através do Fundo de Financiamento do Ensino Superior (FIES), ampliando as possíveis vias de apoio aos alunos.

Conclusão

O Sisu é mais do que uma plataforma de inscrição: é um agente de transformação social e educacional que reconfigurou o panorama do acesso ao ensino superior no Brasil. Suas atualizações e adaptações ao longo dos anos refletem o compromisso em oferecer um processo seletivo inclusivo, eficiente e centrado na métrica do mérito acadêmico. Com a expectativa de contínuo crescimento em termos de vagas e cursos ofertados, o Sisu se consolida como uma ferramenta essencial no fomento à educação superior de qualidade e na construção de um futuro promissor para milhões de jovens brasileiros.

O que achou desse artigo?

😠😐😍
Reações gerais

Leia também:

Publicações Relacionadas

Ao continuar a usar nosso site, você concorda com a coleta, uso e divulgação de suas informações pessoais de acordo com nossa Política de Privacidade. Aceito