Início » Cirurgia Vascular: o que é, residência, atuação, remuneração e mais!

Cirurgia Vascular: o que é, residência, atuação, remuneração e mais!

Atualizado em
Cirurgia Vascular: o que é, residência, atuação, remuneração e mais! — Confira um guia completo sobre a Cirurgia Vascular, incluindo informações sobre a residência médica, áreas de atuação, salário e muito mais!

Com a crescente ampliação das áreas de atuação médica, a Cirurgia Vascular vem se destacando como uma das mais exigentes e especializadas. Esta especialidade médica é responsável pelo tratamento cirúrgico de patologias que afetam os vasos sanguíneos e linfáticos, inserindo-se dentro de um campo de alta complexidade que exige rigoroso preparo e dedicação por parte dos profissionais. Atualmente, lidar com situações de emergência é apenas parte da rotina desses médicos, que também realizam cirurgias agendadas e gerenciam o cuidado integral dos pacientes.

Como se tornar um cirurgião vascular? Quais são as características da residência médica nesta área? Qual é a remuneração média? Quais são as perspectivas do mercado de trabalho? Para responder a essas perguntas, preparamos um guia completo destinado a esclarecer inúmeras dúvidas sobre a Cirurgia Vascular. Entendemos que a escolha da especialidade médica é um passo fundamental na carreira do profissional de saúde e, portanto, focamos em fornecer informações precisas e atualizadas.

Inscreva-se em nossa newsletter🦉

Receba notícias sobre residência médica e revalidação de diplomas, além de materiais de estudo gratuitos e informações relevantes do mundo da Medicina.

*Ao enviar os dados você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber informações adicionais do Estratégia.

Venha conosco e descubra mais sobre esta fascinante área da medicina. Acompanhe as próximas linhas e fique por dentro de tudo sobre a Cirurgia Vascular.

O que é a Cirurgia Vascular?

A Cirurgia Vascular é uma especialidade médica que se dedica ao diagnóstico e tratamento de doenças que afetam os vasos sanguíneos e linfáticos. Esses vasos são responsáveis por transportar o sangue e os nutrientes pelo corpo, sendo essenciais para o bom funcionamento do organismo. 

Como ficará claro pela diversidade de áreas da atuação da especialidade, o cirurgião vascular pode atuar sobre patologias que têm tanto manejo clínico e cirúrgico ambulatorial, como as varizes e a obstrução arterial crônica, como em cenário de urgência e emergência, como na obstrução arterial aguda e em roturas de aneurisma abdominais. Essa diversidade de campos de atuação consiste em um dos principais atrativos da especialidade, uma das mais concorridas “subs” (como são chamadas, pelos residentes, as subespecializações) da cirurgia geral.

Áreas de atuação do Cirurgião Vascular

Os cirurgiões vasculares podem atuar em diferentes áreas dentro da especialidade, como:

  • Cirurgia de varizes: é uma das áreas mais conhecidas da Cirurgia Vascular, envolvendo o tratamento das veias varicosas, a manifestação clínica da insuficiência venosa crônica, que causam dilatação e deformidade nas pernas e grande incômodo aos pacientes

Os cirurgiões vasculares são os principais profissionais responsáveis pelo cuidado dos pacientes com úlceras de membros inferiores, que têm como uma das causas principais a insuficiência venosa crônica. Uma das dúvidas mais frequentes em tais casos consiste em definir se a úlcera apresentada pelo paciente tem origem em problema arterial ou venoso; tal dúvida é frequente tanto na prática clínica, como nas questões das provas de residência, e  pode ser esclarecida pela avaliação de algumas características da lesão do paciente – observe a tabela abaixo, presente no livro digital de Cirurgia Vascular do Extensivo do Estratégia MED, que esclarece tal questão.

CaracterísticaÚlcera venosaÚlcera arterial
LOCALIZAÇÃOFace medial da perna (mais comum)Distal, sem localização específica
DORPouco ou moderadamente dolorosa
Dor melhora com a elevação do membro
Muito dolorosa
Dor melhora com membro pendente
EXSUDATOMuito exsudativa, com piora da exsudação em ortostasePouco exsudativa
BORDASBordas elevadas e irregularesBordas rasas com margem bem definida
PULSOSGeralmente presentesReduzidos ou ausentes
EDEMAPresenteGeralmente ausente
OUTRAS CARACTERÍSTICAS CLÍNICASLipodermatoesclerose e hiperpigmentação cutânea Comum história pregressa de TVPHistória clínica de claudicação intermitente ou dor isquêmica em repouso
  • Cirurgia arterial: trata de doenças que afetam as artérias, como aterosclerose, aneurismas e obstruções arteriais.

A obstrução arterial aguda é uma das principais urgências tratadas pelo cirurgião vascular. Frequentemente tais quadros necessitam de manejo cirúrgico, realizado, principalmente, com a  famosa embolectomia com cateter de Fogarty – observe um ilustração representativa desse procedimento, presente no livro digital de Cirurgia Vascular do Extensivo do Estratégia Med.

Representação esquemática de uma embolectomia com cateter de Fogarty: o cateter balão (de Fogarty) atravessa o êmbolo ou trombo e, então, é insuflado e tracionado, movimentando o material coagulado em direção à arteriotomia, para que possa ser removido.
  • Cirurgia endovascular: utiliza técnicas minimamente invasivas para tratar doenças vasculares como aneurismas arteriais e obstrução arterial por trombos ou êmbolos.

Os aneurismas arteriais constituem desafios frequentes aos cirurgiões vasculares, que devem avaliar, caso a caso, a indicação de tratamento cirúrgico, endovascular ou, por vezes, de manejo clínico com observação. Tem sido mais frequente, nos últimos anos, o tratamento endovascular – observe uma imagem ilustrativa de tal tratamento, presente no livro digital de Cirurgia Vascular do Extensivo do Estratégia MED.

  • Cirurgia de acesso vascular: envolve o estabelecimento de acesso para hemodiálise em pacientes com insuficiência renal crônica.

Residência médica em Cirurgia Vascular

A especialização em cirurgia vascular requer um longo trajeto de aprendizados teóricos e práticos, representados, sobretudo, pela residência médica na especialidade. A seguir, abordaremos as características de tal residência e o processo para ingressar nela.

Requisitos para ingressar na residência médica em cirurgia vascular

Para se tornar um especialista em cirurgia vascular, é preciso concluir o curso de medicina e, em seguida, a aprovação em processo seletivo e realização da residência médica em cirurgia geral, com duração de 3 anos.

A seguir, é necessária a aprovação para a residência em cirurgia vascular, que terá duração de dois anos, durante os quais os médicos residentes têm a oportunidade de aprimorar seus conhecimentos teóricos e adquirir experiência prática na área.

Além disso, é importante destacar que a residência médica em cirurgia vascular exige uma carga horária intensa de estudos e plantões, sendo necessário dedicar-se integralmente à formação na especialidade.

Rotina da residência em Cirurgia Vascular

A residência em Cirurgia Vascular é uma especialização que oferece aos médicos a oportunidade de se aprofundarem no diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças que afetam os vasos sanguíneos e linfáticos. Durante a residência, os médicos passam por uma rotina intensa, que envolve carga horária extensa, aprendizado teórico e prático, além de responsabilidades crescentes ao longo do tempo.

As residências médicas em geral estruturam-se em rodízios de algumas semanas (usualmente, de 4 a 6 semanas), durante as quais os residentes concentram-se em atividades específicas. Na cirurgia vascular, p.ex., como exemplos de rodízios, têm-se períodos em que os residentes se tornam responsáveis por cuidar dos pacientes de uma enfermaria durante o período da manhã e realizar atendimentos ambulatoriais à tarde; noutros rodízios, dedicam-se a realizar atendimentos de urgência em cirurgia vascular em plantões noturnos. 

Como ocorre nas demais especialidades cirúrgicas, é frequente que os residentes tenham que conciliar diversas funções, tanto de evolução de pacientes internados, como cuidado de intercorrências cirúrgicas e atendimentos em ambulatório em alguns períodos, o que eleva a dificuldade da residência.

Carga horária e aprendizado

Durante a residência em Cirurgia Vascular, os médicos geralmente têm uma carga horária intensa, com longas horas de trabalho. Isso ocorre porque o atendimento a pacientes com doenças vasculares muitas vezes demanda urgência e cuidados contínuos. Os residentes podem ser chamados a qualquer momento para realizar procedimentos ou atender a emergências.

A regulamentação vigente no Brasil estipula a carga horária semanal de 60 hroas para as residências médicas. Todavia, a realidade com frequência é outra, sobretudo em residências cirúrgicas, em que a carga horária pode ficar entre 80 a 100 horas semanais, sendo dividida em plantões diurnos e noturnos, atendimentos ambulatoriais e participação em cirurgias eletivas e de urgência em cirurgia vascular. 

Além disso, a residência em Cirurgia Vascular pode oferecer um programa de aprendizado, que inclui aulas teóricas, discussão de casos clínicos, participação em cirurgias e acompanhamento de pacientes. A organização do plano de estudos teórico da residência varia conforme o hospital e os organizadores do programa; cabe observar que, de modo geral, ainda que haja tal plano, espera-se que o residente estude e se mantenha atualizado quanto aos principais temas em cirurgia vascular de modo proativo e independente.

Responsabilidades do médico

Ao longo da residência em Cirurgia Vascular, os médicos assumem gradualmente responsabilidades cada vez maiores. No início, eles podem auxiliar os médicos preceptores durante cirurgias e procedimentos. Conforme adquirem experiência e conhecimento, eles passam a realizar procedimentos de forma mais autônoma, sob supervisão.

Além disso, os residentes em Cirurgia Vascular são responsáveis por acompanhar os pacientes em consultas de rotina, avaliar exames diagnósticos, prescrever medicamentos e orientar sobre cuidados pós-operatórios. Eles também participam de equipe multidisciplinar, trabalhando em conjunto com outros profissionais de saúde para oferecer um tratamento abrangente aos pacientes.

Como ingressar na residência médica em Cirurgia Vascular

A residência médica em Cirurgia Vascular é uma especialização altamente procurada por profissionais da área médica. Para ingressar nessa especialidade, é necessário passar por um processo seletivo e atender a certos critérios de avaliação. Neste tópico, vamos explorar esses aspectos e entender como conquistar uma vaga na residência médica em Cirurgia Vascular.

Processo de seleção

O processo de seleção para a residência médica em Cirurgia Vascular costuma envolver algumas etapas avaliativas. Entre elas, destacam-se:

  • Prova teórica: Os candidatos devem realizar uma prova teórica que abrange conhecimentos em Cirurgia Geral e conhecimentos específicos sobre as subespecialidades cirúrgicas. 

Em geral, a prova teórica para a residência nas diferentes subespecialidades cirúrgicas é a mesma. É importante estudar de forma abrangente e aprofundada para se sair bem nessa etapa. Além disso, é essencial que os candidatos pesquisem, com antecedência, provas anteriores de suas instituições de interesse, para que se familiarizem com o estilo de questões que avaliam e com os temas mais cobrados por elas. Como ocorre para as provas teóricas para especialidades de acesso direto, o preparo, para que seja bem feito, deve incluir diversos recursos: visualização de aulas, leitura de textos, estudo de flashcards e realização de questões prévias são alguns dos recursos utilizados pelos candidatos.

  • Análise curricular: A comissão de seleção também costuma avaliar os currículos dos candidatos, levando em consideração a formação acadêmica, experiências profissionais anteriores e participação em eventos científicos.

Na etapa de avaliação curricular, ter experiência anterior na área de Cirurgia Vascular, seja por meio de estágios, iniciação científica ou trabalhos voluntários, pode dar um diferencial aos candidatos e ser um critério de avaliação positivo. 

  • Entrevista: Além da prova teórica e da avaliação curricular, é comum que os candidatos passem por uma entrevista com uma comissão de avaliação. Nessa etapa, os tópicos descritos no currículo dos candidatos podem ser destrinchados, e as características subjetivas dos candidatos são analisadas pelos avaliadores.

A etapa de entrevista visa a permitir que os avaliadores conversem com os candidatos sobre os tópicos relatados em seus currículos, o que permite explorá-los com mais detalhes e entender se o perfil do candidato em questão se adequa ao programa de residência. É comum, além disso, que a entrevista não se detenha sobre tais aspectos objetivos do currículos, mas abordem, também, características subjetivas dos candidatos, tais como sua motivação para ingressar na especialidade e os motivos de seu interesse pela instituição em questão – ter tal conhecimento pode permitir aos candidatos antecipar as principais perguntas que podem ser abordadas na entrevista e, assim , preparar-se para ela.

Ao término do processo seletivo, as notas dos candidatos compõem uma média final, com a qual são classificados e, a depender do número de vagas oferecido pelo programa em questão, podem ser aprovados para a residência médica.

Remuneração em Cirurgia Vascular

A remuneração na área da Cirurgia Vascular é uma preocupação para muitos profissionais interessados ​​nessa especialidade. Afinal, é importante entender qual a média salarial e quais são as referências salariais no Brasil para se planejar financeiramente. Neste tópico, abordaremos informações sobre a remuneração em Cirurgia Vascular e suas variações.

Salário médio em Cirurgia Vascular

O salário médio na área de Cirurgia Vascular pode variar de acordo com diferentes fatores, como a região do país, o tipo de instituição onde o profissional trabalha e a sua experiência e qualificações.

De maneira geral, a remuneração média para um cirurgião vascular no Brasil, segundo as estatísticas disponíveis, está entre R$ 10.000,00 e R$ 25.000,00 mensais. No entanto, é importante ressaltar que esses valores são aproximados e podem sofrer variações para mais ou para menos. Todavia, em grandes centros, é sabido que a remuneração pode atingir patamares muito mais altos, sobretudo para especialistas que atuem mais no meio privado e com maior número de realização de procedimentos diagnóstico e terapêuticos.

Fatores que influenciam a remuneração

Vários fatores podem influenciar a remuneração de um cirurgião vascular. Além da região do país e do tipo de instituição, outros fatores como a carga horária de trabalho, nível de especialização, tempo de experiência e participação em atividades de pesquisa e ensino também podem influenciar no valor do salário recebido.

Referências salariais em diferentes regiões do Brasil

As referências salariais em Cirurgia Vascular podem variar de acordo com a região do país. Em regiões metropolitanas ou grandes centros urbanos, onde há maior demanda e oferta de serviços de saúde, é possível que os salários sejam mais atrativos. Já em regiões do interior ou com menor oferta de serviços, os valores podem ser um pouco mais baixos.

É importante destacar que essas referências salariais podem sofrer variações ao longo do tempo, de acordo com a oferta e demanda de profissionais na área.

Mercado de trabalho em Cirurgia Vascular e Perspectivas de remuneração

O mercado de trabalho para os cirurgiões vasculares é amplo e apresenta uma demanda crescente. Isso se deve ao fato de que as doenças vasculares têm se tornado cada vez mais frequentes, principalmente em decorrência do envelhecimento da população, sedentarismo e hábitos alimentares inadequados.

A especialização em cirurgia vascular permite atuação flexível, sobre patologias que têm tanto manejo clínico e cirúrgico ambulatorial, como as varizes e a obstrução arterial crônica, como em cenários de urgência e emergência, como na obstrução arterial aguda e em roturas de aneurisma abdominais.

Essa diversidade pode permitir que o cirurgião adeque seu trabalho ao tipo de cirurgias que prefere realizar, seja por aptidão pessoal ou tendo em vista a remuneração por elas fornecida – atuando assim, em cirurgias estéticas e menores, mas ainda assim não simples, para manejo de varizes, ou em cirurgias maiores e de alta complexidade, como no cuidado de aneurismas arteriais de difícil tratamento. Com isso, podem-se ampliar as fontes de renda do cirurgião e seu acesso a diferentes mercados de trabalho.

Conclusão

A Cirurgia Vascular se mostra como um campo profissional desafiador e promissor, que permite aprimoramento constante pelas constantes inovações tecnológicas e metodológicas. Esta especialidade, que possui uma essencialidade indubitável para a medicina, demanda comprometimento, habilidades técnicas e profundos conhecimentos da anatomia humana, assim como conscientização das responsabilidades inerentes à atuação neste campo.

É preciso considerar o período de residência médica, primordial para a abordagem das patologias que acometem os vasos sanguíneos e linfáticos, além de compreender os aspectos atribuídos ao mercado de trabalho, incluindo a variabilidade da remuneração em função da cidade de atuação. Portanto, é fundamental que o futuro profissional de Cirurgia Vascular se dedique tanto à formação, quanto ao entendimento do mercado de trabalho, pois ambos serão determinantes para uma carreira de sucesso.

Banco de Questões

Banco de Questões + Bônus Resumos Estratégicos – Anual

Estude com o maior Banco de Questões autônomo da área médica, com mais de 198 mil questões disponíveis, sendo mais de 104 mil comentadas alternativa por alternativa e mais de 68 mil resolvidas em vídeo pelos professores especialistas do Estratégia MED.
12x R$ 274,75
No Cartão de Crédito ou 10% de desconto no Boleto ou Pix à vista: R$ 2.967,30

Saiba mais

Banco de Questões + Bônus Resumos Estratégicos – Semestral

Estude com o maior Banco de Questões autônomo da área médica, com mais de 198 mil questões disponíveis, sendo mais de 104 mil comentadas alternativa por alternativa e mais de 68 mil resolvidas em vídeo pelos professores especialistas do Estratégia MED.
12x R$ 191,41
No Cartão de Crédito ou 10% de desconto no Boleto ou Pix à vista: R$ 2.067,30

Saiba mais

O que achou desse artigo?

😠😐😍
Reações gerais

Leia também:

Publicações Relacionadas

Ao continuar a usar nosso site, você concorda com a coleta, uso e divulgação de suas informações pessoais de acordo com nossa Política de Privacidade. Aceito